Como dar feedback: 5 boas práticas para melhorar a gestão de RH da clínica

20/01/2020

Muitas pessoas resumem a atuação de uma clínica odontológica a uma preocupação com os pacientes. É verdade que isso é muito importante e a razão de qualquer negócio existir. Se você quer conhecer um pouco melhor as boas práticas de como dar feedback efetivo e consistente para eles, então, leia este artigo até o final.

Assim, para continuar funcionando conforme o esperado e encantar o seu público, os funcionários envolvidos também merecem atenção. Eles devem ser constantemente treinados e capacitados e, ainda, receber um retorno periódico sobre o seu trabalho.

Veja nossas dicas de como dar feedback de forma efetiva

1. Prepare-se com antecedência 

Uma situação que pode frustrar quem está recebendo o feedback é perceber que ele não foi preparado. Nesse caso, as palavras perdem grande parte do sentido e da força que deveriam carregar consigo. Portanto, separe alguns minutos para estruturar o retorno que trará.

É importante colocar pontos fortes a serem desenvolvidos, sempre relacionando com exemplos e experiências passadas (dando sempre preferência para as mais recentes). Essa é uma maneira de ajudar a pessoa a tangibilizar melhor o que está sendo dito.

2. Seja claro e objetivo no discurso

Outro erro comum ao avaliar as equipes é ser subjetivo ou, ainda, acabar por perder o que quer comunicar por tentar fazer isso de forma idealizada. Na verdade, ser claro e objetivo é a melhor forma de gerar um feedback impactante.

Dê exemplos sobre o que é legal no comportamento, como “gosto quando você trata os pacientes” e sobre o que não é, como “precisamos melhorar a recepção e o cuidado com os nossos equipamentos”. É importante, aqui, não tentar camuflar uma crítica no discurso, pois somente a objetividade pode trazer os resultados esperados.

3. Enfatize os pontos positivos

As boas práticas de como dar feedback também envolvem o destaque para os pontos positivos. Uma postura focada na qualidade ajuda a trazer mais engajamento e motivação.

Isso é extremamente natural, já que ouvir apenas coisas ruins pode representar um balde de água fria para algumas pessoas. Por isso, dê destaque ao que é positivo e ajude esse colaborador a ampliar esses pontos.

4. Trace ações de melhoria

Por mais que seja importante enfatizar os pontos positivos, isso não significa que aqueles que precisam de atenção ou desenvolvimento devem ser negligenciados. Muito pelo contrário! É importante compartilhá-los com franqueza e ajudar o seu time a traçar ações de melhoria.

Pense que essa é uma das melhorias mais efetivas que o feedback traz consigo, então, não abra mão de traçar (em conjunto) as ações de aperfeiçoamento.

5. Faça um acompanhamento posterior

Dar o feedback pode não ser o suficiente para alcançar tudo que você deseja — e, justamente por isso, o acompanhamento é tão relevante. Essa é uma maneira de demonstrar a importância que você dá para a mudança de conduta do seu time de maneira geral e de cada colaborador individualmente.

De tempos em tempos, tenha uma nova conversa informal e faça reforços positivos sempre que tiver a oportunidade.

Depois de entender um pouco melhor como dar feedback, não deixe de adotar essa prática frequentemente dentro da sua empresa. Afinal, ela ajuda a melhorar o desempenho dos funcionários e a conquistar resultados ainda melhores no atendimento a clientes.

Se você gostou do nosso conteúdo, então, siga-nos nas redes sociais. Assim, você conseguirá acompanhar de perto os outros materiais que temos produzido e que podem ajudar na gestão da clínica. Estamos no Facebook, no YouTube e no Instagram

AGENDE AGORA MESMO A SUA AVALIAÇÃO

Nome
Telefone
Unidade
Tratamento
Data Desejada
Turno Desejado