Confira como funciona uma franquia odontológica e tire suas dúvidas

14/05/2019

Abrir uma clínica odontológica e fazê-la alcançar sucesso no mercado não é fácil. Por esse motivo, cada vez mais dentistas optam por abrir uma franquia odontológica.

Ao tomar tal decisão, além de usufruir do direito de usar o nome de uma marca reconhecida pelo público, o empreendedor passa a contar com o apoio da empresa franqueadora para gerir o negócio. Dessa forma, torna-se possível reestruturar a instituição de forma a captar novos clientes.

Nesse contexto, entretanto, muitas são as dúvidas que surgem sobre como funciona uma franquia odontológica. Pensando nisso, elencamos alguns esclarecimentos sobre o assunto para que você possa avaliar o funcionamento do processo de franqueamento e alcançar satisfação na vida profissional. Não deixe de conferir!

Como funciona uma franquia?

Franquia nada mais é que um sistema de vendas de licença, pelo qual a empresa franqueadora cede a outra o direito de explorar seu nome.

Em regra, a instituição, além de possibilitar a utilização de sua marca, oferece produtos, tecnologia e planejamento para a gestão da empresa que adquire o direito.

Em contrapartida, a franqueada fica obrigada a repassar um percentual do seu faturamento e a seguir regras determinadas pela instituição.

O que é preciso para abrir uma franquia?

Para abrir uma franquia, é indispensável contar com um investimento inicial e capital de giro que suportem os meses subsequentes à abertura do negócio. Afinal, será necessário dispor de uma taxa inicial para adquirir o direito de explorar a marca.

Além disso, é exigido da empresa franqueada um cadastro na franqueadora. Dessa forma, poderão ser iniciadas as negociações preliminares para a assinatura do contrato.

Após entrevistas e testes que visam explicar os procedimentos para a cessão de direitos, será iniciado um estudo de viabilidade do negócio na região escolhida como sede da clínica. Esse elemento é também necessário para a abertura do consultório odontológico.

O que considerar antes de abrir uma franquia odontológica?

Antes de optar por uma franquia odontológica, é importante levar em consideração todos os direitos e deveres que decorrem dessa decisão. Para tanto, o empreendedor deverá ter em mente que a facilidade para captar clientes e crescer economicamente será maior diante da aquisição do uso da marca.

Por outro lado, o negócio terá flexibilidade de administração reduzida e deverá prestar contas continuamente à empresa franqueadora. Além disso, deverá seguir regras e padrões de qualidade estabelecidos pela marca, uma vez comprovados os seus resultados em relação à conquista de consumidores.

Como é o suporte dado pelo franqueador?

A empresa franqueadora, em geral, oferece amplo suporte ao empreendedor. Para ela, também importa o sucesso do negócio. O franqueado, portanto, poderá contar com auxílio no estudo para a escolha do local, no suporte de marketing e apoio técnico geral.

Além desses benefícios, algumas marcas oferecem descontos especiais na compra de insumos com fornecedores parceiros. O empreendedor, diante desse contexto, estará mais seguro para implementar as ações de gerenciamento, uma vez que elas serão orientadas pelo franqueador.

Quais são os principais aspectos do contrato de franquia?

Ao firmar contrato, a empresa franqueada concorda em administrar o negócio seguindo padrões básicos estabelecidos pela marca e em prestar contas sobre resultados e metas cumpridas.

Compromete-se, também, a atuar dentro do território estabelecido em negociação preliminar e, em troca do apoio técnico oferecido, pagar a porcentagem mensal estabelecida.

Diante dos importantes deveres e direitos firmados no documento, é importante conferir cada cláusula contratual e, em caso de problemas acerca de algum tópico, conversar com o franqueador.

Apesar das inúmeras dúvidas que podem surgir sobre como funciona uma franquia odontológica, a escolha dos direitos de explorar uma marca pode ser a chave para o sucesso do empreendedor que deseja ter o próprio negócio. Além de ser menos custoso para o profissional, serão maiores as chances que ele terá de obter retorno sobre o investimento e de alcançar credibilidade pelo mercado consumidor.

E então? Gostou das nossas dicas? Para ficar por dentro dos artigos publicados, siga a Dental Arte nas redes sociais! — estamos no Facebook e no Instagram.