Você sabe as diferenças entre franquia e licenciamento? Confira!

13/01/2020

Quem deseja empreender com sucesso, mas não quer iniciar um novo negócio do zero, tem outras opções. Atualmente, há a franquia e licenciamento. Essas são duas alternativas muito interessantes e que asseguram maiores retornos, sendo ambas muito vantajosas. Apesar dessa similaridade, é preciso entender as diferenças entre franquia e licenciamento. Alguns deles são: investimento, forma de gestão, entre outros detalhes. Por isso, antes de optar por um deles, é preciso conhecê-los melhor.

Se você também tem dúvidas sobre qual pode ser a forma ideal em seu caso, continue lendo! Veja exatamente o que é uma franquia, o que é um licenciamento. Além disso, confira quais são as vantagens de cada um e em que eles diferem. Assim, é possível tomar uma decisão consciente e com mais chances de sucesso!

Confira o que é franquia e licenciamento

O que é uma franquia?

A franquia é uma forma de empreendimento na qual o empreendedor encontra um negócio pronto. Ele não precisa elaborar um plano de negócios, não tem que se preocupar com cores, logotipo, padrões e nenhum outro aspecto. Isso porque, tudo já está predefinido.

Trata-se de aderir a uma rede de unidades cuja marca está bem consolidada no mercado. O franqueado, basicamente, dá continuidade para algo que já existe. Ele fica responsável por uma dessas unidades na região onde escolheu empreender.

Existem franquias dos mais diferentes tipos. Algumas com fama mundial, outras que atuam somente em território nacional e aquelas mais regionalizadas. De qualquer maneira, o sistema de negócios funciona da mesma forma.

O interessado disponibiliza um determinado valor para a franquia, então, tem todo o suporte de profissionais especializados para instalar a nova unidade. Assessoria e treinamento são constantes para garantir que o atendimento esteja dentro dos padrões estabelecidos.

Vantagens da franquia

A grande vantagem de optar por uma franquia é o fato de não precisar criar um negócio do zero. Você estará atuando com uma marca que tem reconhecimento no mercado. Por isso, o próprio nome consegue atrair o público, e as chances de insucesso são muito pequenas.

Além do plano de negócio, todo o restante está pronto, incluindo o modelo de gestão, campanhas de marketing, produtos que serão comercializados, entre outros detalhes. O franqueado não precisa criar nada novo. Além disso, todas as dúvidas e dificuldades recebem um suporte da marca. O empreendedor não está sozinho.

O que é o licenciamento?

No caso do licenciamento, o empreendedor não investe em um negócio pronto, mas apenas em uma marca. Ele tem autorização para explorar esse nome ou comercializar um determinado tipo de produto. Não precisa seguir um padrão preestabelecido. As diferenças entre franquia e licenciamento, nesse sentido, se tornam claras.

Geralmente é um modelo de negócios escolhido por aqueles que já têm um empreendimento, são experientes, mas desejam aumentar sua lucratividade, por exemplo. Assim, passam a trabalhar com uma marca específica, que já tem reconhecimento no mercado. Com isso, atrai os consumidores dessa marca.

Para entender melhor, tomemos como exemplo uma loja de roupas, onde o empresário disponibiliza diversas grifes. Porém, ele deseja um pouco mais de presença no mercado e aumentar o seu ticket médio. Para isso, decide trabalhar com uma marca famosa.

Desse modo, obtém a licença para comercializar os produtos dela, no entanto, não recebe nenhum tipo de suporte para garantir que haverá um bom movimento em sua loja. Os riscos são basicamente os mesmos do empreendimento antigo, com o diferencial que agora trabalha com uma marca com mais credibilidade.

Vantagens do licenciamento

O licenciamento também apresenta suas vantagens, e uma delas está na liberdade que o empreendedor tem para gerir seu próprio negócio. Ele não precisa aderir a nomes específicos, modificar as cores do seu material de marketing ou adotar um determinado layout para a loja.

Além disso, como se trata apenas de uma licença para explorar parcialmente uma determinada marca, o investimento é menor. Portanto, é uma boa alternativa para quem já sabe se posicionar no mercado, deseja repaginar seu negócio, mas não quer ou não pode investir muito.

Quais são as diferenças entre franquia e licenciamento?

Pode parecer que franquia e licenciamento são basicamente a mesma coisa, mas se você leu atentamente o que explicamos antes, pôde perceber que de fato existe uma grande diferença entre eles. Cada um atende a um tipo de empreendedor.

Entre as diferenças entre franquia e licenciamento, podemos entender que, no primeiro caso, é possível para o empreendedor que não tem nenhuma experiência no ramo de odontologia, por exemplo, dar início a uma clínica odontológica.

O empreendedor recebe o modelo de negócio pronto, bastando apenas colocar em prática e, para isso, ainda recebe todo o suporte de profissionais especializados. Sendo assim, é uma boa alternativa para quem quer empreender com segurança ou se aventurar em um ramo diferente.

Já no caso do licenciamento, o empreendedor apenas pode começar a trabalhar com uma marca, seja ela de produtos de beleza, roupas, sapatos, eletrônicos ou qualquer outro segmento. Ele terá autorização para disponibilizar esses produtos ou serviços em seu empreendimento.

Trata-se de um modelo mais flexível do que as franquias, porém, que oferece um pouco mais de risco, porque o empreendedor precisa saber o que está fazendo. Ele não terá o suporte do licenciador caso tenha alguma dúvida ou dificuldade na gestão.

O que é melhor, franquia ou licenciamento?

A vantagem maior de optar por franquia ou licenciamento deve ser apontada conforme o perfil de cada empreendedor e o que ele deseja para seu negócio. No entanto, considerando as diferenças entre franquia e licenciamento, é válido lembrar que o licenciamento pode não ser uma boa alternativa para pessoas inexperientes.

Conforme explicamos, para começar um negócio desse tipo é preciso entender as rotinas de uma empresa, entre aspectos como estudo de mercado, finanças, gestão, folha de pagamento, contabilidade, marketing, controle de estoque, atração de público, entre muitos outros.

Isso não acontece com a franquia, que atende todos os tipos de investidores. Por isso, em caso de dúvidas, pode ser melhor optar por ser um franqueado.

Ficaram claras as diferenças entre franquia e licenciamento? Agora que você já sabe, pode refletir com mais tranquilidade. Assim, terá mais chances de sucesso em seu empreendimento.

Sabia que franquia e licenciamento são regulamentados por leis diferentes? Confira aquela que trata da relação entre franqueado e franqueadora e sua importância no processo.

Siga-nos no Facebook e Instagram.

AGENDE AGORA MESMO A SUA AVALIAÇÃO

Nome
Telefone
Unidade
Tratamento
Data Desejada
Turno Desejado