Tratamento de canal: como é feito e quando é necessário?

27/09/2021

Muitas pessoas perdem os dentes ao longo da vida. Os principais motivos para isso são, ou fraturas, ou problemas decorrentes da má higiene bucal, como as cáries. Entretanto, alguns tratamentos podem evitar ou mesmo reverter um quadro negativo de cárie profunda. Essa é a função do tratamento de canal, por exemplo.

Neste artigo vamos explicar  como é feito o tratamento de canal e quando ele se faz necessário. Apesar de ser essencial em casos mais graves, uma série de sintomas pode alertar para o problema e outras terapias podem ser utilizadas.

O que é o tratamento de canal?

O tratamento de canal é um procedimento que consiste na limpeza e desinfecção da polpa (tecido) do dente acometido por uma cárie profunda. Depois que o dentista realiza a assepsia, ele coloca no local um material restaurador adequado que deixa o dente saudável e funcional novamente.

Este material, contudo, varia de acordo com a gravidade da deterioração do dente. Em casos mais moderados, o material é em formato de cone. Em casos mais graves, entretanto, pinos de metal ou fibra são requisitados.

O  tratamento de canal é muito comum e eficaz, sendo amplamente utilizado para recuperar os dentes danificados, sendo que a restauração pode durar a vida toda se o dente receber todos os cuidados.

Mas, afinal, dói?

Essa dúvida é frequente entre os pacientes que tomam conhecimento da necessidade de realizar o tratamento de canal. No geral, não se sente nada além de um desconforto, comum às restaurações mais simples também.  O procedimento é com anestesia local.

No entanto, conforme a profundidade da cárie, a polpa pode estar muito comprometida. Nestes casos, a anestesia pode não ser o suficiente para evitar a dor.

Quando é necessário tratamento de canal e como evitar cáries profundas?

Como vimos, o tratamento de canal é necessário em casos de cárie profunda ou fratura do dente. Quando falamos em cárie, no entanto, ela pode ser evitada ou tratada antes da necessidade de um tratamento de canal.

O primeiro passo para evitar é mantendo uma boa higiene oral, com escovação, fio-dental e enxaguante bucal. Além disso, as limpezas de consultório regulares são essenciais para uma higiene mais completa, já que remove tártaros e placas bacterianas.

No entanto, constatada uma cárie na consulta clínica, a restauração interrompe a proliferação das bactérias e impede que continuem crescendo e, assim, atingindo camadas mais profundas do dente, como a polpa (tecido). Por isso, é essencial marcar uma avaliação com o profissional, ao menos, duas vezes ao ano.

Saiba mais sobre os benefícios da limpeza aqui.

Quais os sintomas que podem indicar a necessidade de um tratamento de canal?

Quando a cárie atinge camadas mais internas, costuma causar alguns sintomas. Se você sentir algum deles, deve acender o alerta e consultar o dentista a fim de que a doença não se agrave.

A polpa é um tecido mole onde estão os nervos e os vasos sanguíneos. Fica no interior do dente e se estende da coroa até a ponta da raiz. Qualquer lesão na polpa causa forte desconforto. Os sintomas mais comuns de que há algo errado ali são dores, que podem até irradiar para a face.

Principais sintomas de cárie profunda

  1. Dor
  2.  Sensibilidade
  3. Inchaço na face

Quais os exames necessários para o tratamento de canal?

Para indicar o procedimento, o dentista irá realizar uma análise clínica do local, além do teste de sensibilidade. Para fechar o diagnóstico e indicar o tratamento de canal, se faz um Raio-X.

Assim, é possível percebe a extensão da lesão e, por fim, indicar, ou não, o tratamento de canal.

Está com dor ou desconforto? Agende uma avaliação agora mesmo

 

AGENDE AGORA MESMO A SUA AVALIAÇÃO

    Nome
    Telefone
    Unidade
    Tratamento
    Data Desejada
    Turno Desejado

    Ao clicar em "AGENDAR AVALIAÇÃO" eu concordo com os Termo de uso da política de privacidade da Dental Arte.

    Seus dados estão seguros conosco.