Implante dentário: saiba como deve ser a higiene bucal ideal

05/04/2019

Diversas situações podem levar à perda de um dente. Hoje em dia, no entanto, não há mais motivos para ficar com uma falha no sorriso. Com o avanço das técnicas odontológicas, o implante dentário é a solução mais eficaz e de melhor custo-benefício para reparar a falta de dentes. No entanto, o cuidado com a higiene e a saúde bucal deve ser redobrado, para que novas doenças não prejudiquem o implante e os demais elementos.

Pacientes que passam pelo processo de colocação de implante dentário, independente de quantos, devem modificar a rotina de limpeza bucal. Diferente do que se fala por aí, são os dentes implantados que precisam de mais atenção na hora da escovação. Apesar de eles não sofrerem com cáries, outros problemas bucais podem acontecer. Assim como dentes “normais”, há possibilidade de doenças inflamatórias, que causam sangramento, podendo levar à perda do implante.

E não é só de escovação que o implante dentário sobrevive. É indispensável o uso de itens como fio dental. Ele é capaz de eliminar resíduos de difícil alcance, controlando a placa bacteriana e a doença periodontal. Peça ajuda ao seu implantodontista e escolha o melhor tipo de fio dental, assim como a melhor escova de dente. O especialista também pode indicar outros itens que vão colaborar com a higiene bucal.

 

Evite fumar depois de fazer implante dentário

 

De nada adianta manter todos os cuidados com a higiene bucal e pecar em outros hábitos. O cigarro, por exemplo, é causador de várias doenças bucais e quem tem implante dentário deve evita-lo. Mesmo que seja de vez em quando, o tabaco compromete a durabilidade do implante. Isso porque danifica as funções normais das células.

O cigarro é rico em nicotina e tabaco. Esses elementos podem afetar a cicatrização e a osseointegração. Além disso, o tabaco diminui a salivação e aumenta o acúmulo da placa bacteriana.

AGENDE AGORA MESMO A SUA AVALIAÇÃO

Nome
Telefone
Unidade
Tratamento
Data Desejada
Turno Desejado