Tratamento de canal pode deixar sequelas no dente?

Popularmente conhecido como tratamento de canal, o tratamento endodôntico é um procedimento que pode gerar bastante desgaste nos dentes tratados. Em alguns casos, é possível que até fiquem sequelas. Por isso, é importante ter a certeza da necessidade de realizar o procedimento, que é muito invasivo.

O tratamento de canal consiste na remoção da polpa do dente, mais conhecida como nervo, localizada no ápice da raiz dentária até a porção coronária. Isso se torna necessário quando essa parte do dente sofre uma agressão e “morre”. Essa estrutura é removida e, depois, a cavidade é limpa e preenchida por um material que ocupa todo o interior do dente.

Esse tipo de procedimento é necessário quando ocorre uma batida e ele acaba escurecendo ou em caso de cárie muito profunda. Como é um procedimento bem complexo e o dente é muito desgastado, pode causar o enfraquecimento da estrutura dentária. O dente não vai mais sentir tensões térmicas e nem dor. Por isso, a atenção com a higiene bucal deve ser redobrada, para evitar cáries.

Não há motivos para temer o tratamento de canal, pois todo o procedimento é feito mediante anestesia. O importante é não adiar o procedimento, para não correr o risco de perder o dente por completo. Nesses casos, uma das únicas saídas para recuperar a estética e a qualidade de alimentação e fala é o implante dentário.

 

Cuidados depois do tratamento de canal

 

O tratamento de canal precisa de cuidados pós-operatórios. Depois de realizado o procedimento, o retorno periódico ao dentista é fundamental. O motivo é a necessidade de ver se a cicatrização está acontecendo corretamente, sem complicações. A alimentação também precisa de mais atenção. O paciente deve evitar castanhas, nozes e alimentos mais duros ou que possuam ossos. O momento de higienização também deve ser feito com muita cautela. Se houver prescrição, não ignorar as medicações indicadas.